4 itens que podem desaparecer completamente dos carros

Você se lembra como foram os seus primeiros carros? É provável que hoje, ao lembrar dele, você o considere totalmente ultrapassado. Isso porque grande parte dos carros de antigamente contavam apenas com quatro marchas, vidros manuais e não tinham ar-condicionado.

Na década de 90 os carros começaram a ganhar um pouco mais de tecnologia. Entretanto, se comparado com os automóveis de hoje, são muito desatualizados. Portanto, pensando em como o mercado muda com o passar dos anos, separamos 4 itens que acreditamos que logo desaparecerão completamente dos carros. Confira quais são.

1 – Os acendedores de cigarro logo dirão adeus

Um item muito comum da década de 90, porém que já deixou de ser usado por muitas companhias. Ainda que muitos modelos contam com um compartimento específico para se colocar cinzas, as companhias estão cada vez menos facilitando a vida deste perfil.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, a quantidade de fumantes no Brasil diminuiu cerca de 38%. Ou seja, menos pessoas são adeptas ao tabagismo, o que não faz com que o item seja assim tão necessário.

2 – CD Play também deve desaparecer dos carros

Por volta de 1995 os CDs bombaram e ocuparam totalmente o lugar das fitas. A partir do tamanho sucesso, as companhias passaram a incrementar o recurso em seus veículos. Entretanto, o tempo passou e o item deixou de ser popular.

Nos anos 2000 os cabos USB roubaram a cena. Logo depois chegaram os cabos auxiliares, em 2005, permitindo que músicas fossem reproduzidas diretamente do celular. Também não podemos esquecer do Bluetooth que tem seu espaço até hoje. Contudo, muitos dos carros atuais estão vindo equipados com novas interfaces, o que tira de campo a necessidade dos CD Players.

3 – Tchau painel GPS dos carros

Outra inovação popular dos anos 2000 foi o sistema GPS nativo em telas multimídias. O guia no porta-luvas foi deixado de lado e a ferramenta garantiu o seu espaço entre os modelos das maiores companhias de todo o mundo.

Entretanto, novos recursos chegaram no mercado, como Waze e Google Maps. Com isso, o sistema GPS perdeu o espaço que tinha nos carros e logo deve dar adeus, sobretudo, aos modelos atuais. Isso porque os navegadores online oferecem muito mais facilidade e a oportunidade de evitar pontos congestionados e acertar muito mais a localização.

4 – O freio de estacionamento manual (freio de mão) também faz parte dessa lista

Este é um dos itens que mais irá demorar para desaparecerem, mas também dará adeus para os carros. O freio de estacionamento eletrônico tende a vir com força nos próximos anos e garante diversas vantagens, como a possibilidade de operar com assistente de partida em rampa.

Alguns modelos ainda garantem mais praticidade, possibilitando o acionamento do freio de estacionamento ao colocar a alavanca do câmbio automático no “P”.

Enfim, é fato que os carros irão se modificar cada vez mais, se tornarem cada vez mais tecnológicos e “dependentes”. Muitas novidades estão por vir nos novos modelos 2021/2022. Portanto, vale ficar de olho nos itens que estão desaparecendo dos veículos atuais.

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais