A3 Hatch recebe letrinha mágica e motor bravo

0 12

Houve um tempo em que os modelos da Audi com preparação esportiva eram acompanhados apenas da letra S, de Sport. O sucesso nas competições, a expectativa do público por modelos ainda mais bravos e a descoberta de um filão promissor com os modelos de alta performance levaram a casa de Ingolstadt a apostar numa preparação mais extrema, acompanhada da letra R, de Rennen (corridas, ou racing, em inglês, que dá no mesmo). Os RS recebem um trato especial nas instalações da Audi Sport, em Neckarsulm.

E mais um modelo da gama da montadora dos quatro aneis ganhou as letrinhas mágicas. No Salão de Paris, a Audi apresentou uma versão RS de seu A3 sedã – desenvolvida para permitir a homologação de uma versão de corrida para a categoria TCR, de turismo. Já que a maior parte do trabalho estava feito, a engenharia resolveu equipar também o hatch, ou Sportback, como é conhecido.

Lógico que, além do visual agressivo, com as imensas entradas de ar no parachoque, a menor altura livre em relação ao solo e as rodas aro 19 calçadas com pneus 235/35, uma das principais atrações do modelo está sob o capô. O RS3 Sportback foi “brindado” com o cinco cilindros em linha 2.5 TFSI devidamente trabalhado para despejar, nas quatro rodas motrizes (sim, o sistema Quattro está presente), 400 cavalos – entre os destaques do propulsor está o sistema de injeção dupla de combustível, no coletor de admissão e na câmara de combustão. Como estamos falando de um esportivo, o tradicional limite de velocidade máxima adotado pelos alemães para a usina de potência foi anabolizado, de 250 para 280km/h.

Os assentos esportivos, costuras aparentes e a presença da logo RS na alavanca do câmbio na parte inferior do volante, achatada, são alguns dos detalhes do interior que ajudam a realçar a proposta – o painel digital oferece, entre outras opções, destacar o contagiros, com a faixa vermelha aparecendo apenas a partir de 7000 RPMs. Lógico que tanta esportividade tem seu preço, que, no caso, parte dos 55 mil euros, algo em torno dos R$ 182 mil. A primeira aparição pública do devorador de quilômetros será no Salão de Genebra, em março.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais