BH Trans adota novo modelo de rotatória

BHTrans
0 102

A BHTrans tem estudado iniciativas para aumentar a segurança no trânsito da capital mineira, especialmente nas vias de menor tráfego, em que a presença de carros, motos, bicicletas e pedestres disputando espaço aumenta o risco de incidentes. Este ano algumas ideias foram avaliadas no Bairro Cachoeirinha – a ampliação de passeios e a adoção de travessias elevadas junto aos cruzamentos, entre outras. Conceitos presentes no projeto ‘Zona 30’, que limita a velocidade máxima a 30 quilômetros por hora e é adotado em bairros de várias metrópoles pelo mundo.

Agora, a autarquia adotou um novo modelo de rotatória, este definitivo, começando pela interseção das ruas Felipe dos Santos e Rio de Janeiro, no Lourdes.

Entre as inovações estão a presença de uma imagem que indica a posição dos pontos cardeais mas, principalmente, uma parada obrigatória na própria rotatória, o que ajuda a disciplinar a entrada dos veículos no trecho. O que é fundamental considerando as dimensões reduzidas do entroncamento. Nesse caso, torna-se complicado seguir a regra segundo a qual ‘a preferência é de quem já está na rotatória’.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais