Cruze, Hilux e Frontier fazem bonito no teste de impacto

Latin NCAP
0 28

Mais três modelos foram submetidos pelo Instituto Latin NCAP aos testes de impacto para verificar a segurança oferecida aos ocupantes e, desta vez, felizmente, sobraram estrelas e elogios. A nova geração do Chevrolet Cruze, equipada com motor turbo, se tornou o primeiro modelo do segmento C (sedãs médios) a conquistar a pontuação máxima na proteção aos adultos, além de quatro estrelas num total de cinco quando o assunto é a integridade das crianças no banco traseiro, transportadas no assento específico.

Agora equipado com os airbags de cortina laterais, o sedã foi submetido pela primeira vez ao teste de impacto lateral do poste (que simula o choque com uma carga fixa). A proteção das bolsas, oferecidas desde maio, e o Controle de Estabilidade (ESC) permitiram ao Cruze alcançar a pontuação máxima. No caso das crianças, a sinalização insuficiente para a ancoragem dos ganchos Isofix e a proteção ao boneco de testes (dummy) de três pontos justificaram a nota.

Costumeiramente ligadas a um uso mais utilitário, as duas picapes japonesas de uma tonelada de carga também passaram com louvor pelas pancadas e demais simulações. A Hilux “fechou a prova”, com cinco estrelas na proteção a adultos e crianças. Mérito dos sete airbags, do ESC e da recomendação para que os assentos infantis sejam montados em sentido contrário aos do veículo. O que também vale para o SUV derivado SW4.

Já a última geração da Frontier, montada em Córdoba (Argentina) recebeu quatro estrelas nos dois quesitos avaliados. Em relação aos adultos, a ressalva é feita em relação a certa instabilidade da estrutura com possibilidade de melhora, embora ela tenha boa projeção e desenvolvimento. Como não há presença dos airbags de cortina, o teste lateral de impacto do poste não foi feito. Em relação às crianças, “proteção oferecida ao dummy de três anos, bem como a falta de possibilidade de desconectar o airbag do passageiro limitaram o veículo a obter uma pontuação mais alta”, como destaca o relatório. Os três testes foram feitos a pedido das próprias fabricantes, dispostas a mostrar a evolução na proteção de seus modelos.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais