Ducati Panigale V4 SP: ainda mais extrema

Ducati
0 152

A mais recente geração das motos esportivas de 1.000/1.100cc (ou superbikes) já é extrema por natureza. As fábricas japonesas e italianas contam com modelos de peso e potência até pouco tempo impensáveis. Também trazem consigo toda a uma série de aparatos eletrônicos para ajudar o condutor a domar uma combinação ‘brava’ sem a experiência de um piloto de MotoGP. Mas há quem queira ainda mais, e é para este grupo que algumas marcas resolvem apimentar ainda mais o pacote. Caso da Ducati, com a versão SP (Sport Production) de sua Panigale V4. Uma edição numerada com números de cair o queixo dos motociclistas ‘normais’.

Afinal, são 214 os cavalos jogados pelo propulsor na roda traseira. Para empurrar apenas 173kg a seco – uma relação peso/potência de 1,24 cv/kg. Se a base já é ágil e leve por natureza, a engenharia da casa de Borgo Panigale (daí o nome) conseguiu limar ainda mais peso com as rodas em fibra de carbono. Os freios Brembo Stylema R são derivados dos usados nas motos do Mundial de Superbikes. Embreagem a seco e pedais em alumínio anodizado Rizoma também fazem parte do pacote, que conta ainda com um kit para uso em pista – ferramentas para a retirada dos espelhos retrovisores e do porta placa e o sistema de aquisição de dados Ducati Data Analyzer, com monitoramento por GPS.

As vendas terão início em março na Europa, com preço sugerido de 37 mil euros. O que lá, pelo câmbio do dia, equivale a R$ 236 mil.

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais