Especial 1° de Abril: 4 mentiras sobre carros muito ditas por aí

Quem nunca acreditou em mentiras sobre carros que atire a primeira pedra. Não é só em primeiro de abril que caímos em pegadinhas, na vida real isso acontece e muito!

De revisões erradas a dicas absurdas para economizar, são tantas “fake news” que acreditamos que chega a ser loucura. Por isso, pensando em desvendar essas mentiras sobre carros, montamos este artigo com as 4 mais populares. Confira mais detalhes, nas próximas linhas.

1 – Revisão apenas nas férias

A tradicional revisão de férias em julho e dezembro, quem aí também faz? Saiba que, na verdade, essa revisão não existe ou pelo menos não deveria existir. A verdade é que os automóveis devem passar sim por manutenções preventivas, porém esta deve seguir intervalos regulares, de acordo com o plano de manutenção descrito no manual do proprietário.

Assim, aquele que faz a revisão preventiva a cada 10 mil km precisa, no máximo, checar a água e o óleo antes de pegar a estrada. Quem faz a revisão apenas nas férias corre o risco de ter sérios danos, sendo obrigado a fazer reparos emergenciais e corretivos.

2 – Entres as mentiras sobre carros temos o mito de descer na banguela

“Ei, amigo, desce na banguela que economiza combustível”, quem nunca ouviu isso? A verdade é que isso é uma grande mentira e, nos carros de injeção eletrônica o efeito é inverso. Quando se coloca em ponto morto o consumo do combustível se torna maior, pois o motor será acionado e começará a injetar combustível na câmara de combustão.

Entretanto, quando se permanece com o carro engatado o sistema corta automaticamente a injeção, colaborando para a economia. Isso porque a central entende que o movimento das rodas, por si só, pode fazer o motor funcionar e o veículo andar. Vale lembrar que o carro na banguela perde a sua estabilidade, acentuando o desgaste das pastilhas e discos de freio.

3 – Revezamento flex é outra das mentiras sobre carros

Essa é uma das mentiras sobre carros mais antigas, iniciada com a chegada dos carros flex. Era comum se recomendar o revezamento entre etanol e gasolina para que nenhum problema no conjunto ocorresse.

Entretanto, isso é uma grande lenda. Os carros flex são projetados para reconhecer os dois tipos de combustível, em qualquer proporção. Ou seja, alternar os abastecimentos não deixa a “queima melhor”, afinal o carro é programado para a realização da “queima” de forma igual.

4 – Retirar o catalisador para garantir mais potência

Aqui está mais outra grande balela! Muitos proprietários e até mesmo mecânicos acreditam que o catalisador limita o fluxo de gases, prejudicando o desempenho do motor. Contudo, isso é uma total inverdade!

O catalisador é responsável por reduzir a nocividade dos gases por uma reação química em seus componentes internos e reter os mesmos. Quando se retira o catalisador o seu carro polui ainda mais o meio ambiente e, eventualmente, consome mais combustível. Além disso, por ser uma peça obrigatória, a sua retirada pode ocasionar em multas e até mesmo apreensão do veículo.

Enfim, você já acreditou em alguma dessas mentiras? Se a resposta for sim, é hora de mudar esse conceito que você tem em mente. Fique atento ao que é verdade e ao que é mentira em relação ao seu automóvel para não acabar prejudicando o seu funcionamento.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais