Jeep mostra nos EUA novo Grand Cherokee L

Tamanho, nos Estados Unidos, ainda é documento em se tratando de automóveis. Se modelos menores ganham cada vez mais espaço e o consumidor começa a olhar para opções como o Nissan Kicks e o Ford EcoSport, entre os SUVs ainda há ‘gigantes’ capazes de oferecer tamanho, conforto e desempenho em doses generosas. A Jeep apresentou nesta quinta-feira seu novo Grand Cherokee L (de Large, ou grande mesmo), com novo visual e, pela primeira vez, três fileiras de assentos, para acomodar até sete pessoas.

Segundo a marca do Grupo FCA, não se trata simplesmente de uma versão alongada do Cherokee, mas de uma nova arquitetura – derivada da usada no Grand Commander, desenvolvido apenas para o mercado chinês. Além do uso de aços leves de alta resistência, o alumínio é usado no capô e na tampa traseira, de modo a ajudar a conter o peso.

Três diferentes sistemas (Quadra-Trac I, Quadra-Trac II e Quadra-Drive II) compõem a tração integral com diferencial traseiro anti-deslizamento de controle eletrônico. O sistema Selec-Traction proporciona cinco modos de condução – Auto, Sport, Rock, Snow, Mud/Sand – que podem, ou não, priorizar as habilidades fora de estrada do jipão. O eixo dianteiro é fixado diretamente no motor, de modo a reduzir as vibrações, ruídos na cabine e o centro de gravidade.

Os propulsores, aliás, estão à altura do tamanho. Estão disponíveis o V6 3.6 Pentastar (em alumínio) de 290cv e 35,5kgf.m ou, para quem acha pouco, o V8 Hemi 5.7 de 375cv e 53,9kgf.m. Ambos jogam potência e torque nas rodas por meio da transmissão automática TorqueFlite de oito velocidades. E também estará disponível uma versão eletrificada (4xe)

As vendas do Grand Cherokee L (nas configurações de acabamento (Laredo, Limited, Overland e Summit) começam no segundo trimestre deste ano. A Jeep já deixou claro que o modelo será oferecido apenas na terra do Tio Sam. Por aqui, desenvolve um irmão maior do Compass, que será lançado ainda este ano.

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais