Land Rover Defender: ele voltou, ele voltou, ele voltou…

0 118

Era algo sugerido pela Jaguar Land Rover desde que a geração original do modelo que deu origem à marca teve a produção suspensa, no começo da década: o Defender voltaria repaginado e atualizado para dar continuidade à tradição. O dia 10 de setembro de 2019 marca o lançamento de uma nova era para um utilitário que nasceu após a 2ª Guerra Mundial como o equivalente britânico do Jeep e se transformou em sinônimo de aventureiro rústico, capaz de superar todo o tipo de dificuldade pelo caminho. Apenas a nomenclatura foi mantida: o Defender 90 é a versão duas portas e a 110, a quatro portas.

Não só por conta das legislações mais exigentes em termos de emissões e segurança e dos avanços tecnológicos, o Defender ficou menos básico e mais chique. O visual não esconde a inspiração no simpático e valente caixote original, agora sobre a plataforma D7X, com estrutura monocoque em alumínio. Os números resumem a aptidão off-road do novato – 291mm de distância do solo – 20 mm mais alto do que em qualquer SUV da Land Rover –; ângulos de aproximação, partida e saída de 38, 28 e 40 graus e capacidade de transposição em trechos alagados é de até 900mm, além de capacidade de reboque de 3,720 kg.

E para facilitar a vida de quem vai ao volante, um sistema de câmeras exibe, na tela do sistema multimídia, o que vai pela frente e acaba escondido pelas caixas de roda dianteiras (o chamado capô transparente). Já o Terrain Response 2 ajusta a atuação dos diferenciais anti-deslizamento central e traseiro.

O novo Defender será oferecido nas configurações SE, HSE e Defender X (topo de linha), com quatro pacotes de personalização de acordo com o uso desejado – Explorer, Adventure, Country e Urban. As motorizações são quatro – o quatro cilindros P300 Turbo twin-scroll  2.0 (300cv) e o seis cilindros P400 MHEV 3.0 turbo com sistema híbrido a gasolina (400cv); além dos quatro cilindros turbodiesel D200 e D240, com potências respectivas de 200 e 240cv. Todos jogando potência e torque às rodas por meio de uma transmissão automática ZF de oito velocidades.

A filial brasileira confirmou que o novo Defender será oferecido por aqui em 2020, com versões e configurações ainda a confirmar. Vale lembrar que o Defender original chegou a ser montado na planta industrial da JLR no interior do estado do Rio.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais