Loucura nas ruas de Paris, 40 anos depois

0 31

Quem gosta muito de automóveis, cinema e já passou pelo menos dos 40 com certeza já viu um filme de nove minutos em que uma supermáquina atravessa as ruas centrais de Paris no começo de uma manhã a toda velocidade, ignorando sinais, mão de direção ou o que mais vier pela frente. “C’etait un rendez-vous” (ou “Era uma vez um encontro”) foi uma loucura do cineasta Claude Lelouch, cercada de grande polêmica – o próprio autor chegou a ser preso na primeira exibição da obra, em 1977, quando foi possível ter uma noção de todas as loucuras cometidas num dia de trânsito normal. Além disso, ainda que o carro mostrado (e o som mostrado) sejam de uma Ferrari GTB, tudo foi registrado na verdade da Mercedes SLC de Lelouch, em que foram instaladas as câmeras. E mesmo a identidade do piloto responsável pelas manobras ainda é motivo de mistério (tudo indica que é alguém com passagem pela F-1).

Pois, para celebrar os 40 anos da obra, a Ford resolveu homenagear o filme original – lógico que com um de seus modelos. Em parceria com o próprio Lelouch e a agência de mídia GTB (mera coincidência), trocou Mercedes e Ferrari por um Mustang V8 5.0. Que, de alguma forma, homenageia também a obra-prima do cineasta, “Um homem, uma mulher”, vencedora do Oscar em 1966, em que o personagem principal disputa o Rally de Monte Carlo com o pony car. Desta vez, câmeras 360 e tecnologia de realidade virtual ajudam a tornar a experiência ainda mais impressionante. E um detalhe interessante é que no volante está uma piloto. Sem mais spoilers, curta a releitura da louca aventura pelas ruas de Paris… E não tente repetir de forma alguma.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais