Mercado de zero quilômetro confirma alta e tem 2018 no azul

0 16

Mesmo com a greve dos caminhoneiros, as oscilações econômicas e a expectativa provocada pelas eleições, o ano de 2018 chegou ao fim deixando saudades para as montadoras de veículos. Os dados de emplacamentos divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) para dezembro confirmaram o momento positivo e contribuíram para uma elevação na casa dos dois dígitos em relação a 2017.

No mês, entre automóveis e comerciais leves, foram emplacadas 225.000 unidades, aumento de 1.67% na comparação com novembro. Se o parâmetro é o mesmo mês do ano passado, a alta é ainda maior (9,85%).

Na soma dos 12 meses, foram vendidas nada menos que 2.470.653 unidades, ou 13,75% a mais do que no mesmo período do ano anterior (2.172.192).

A lista dos mais comercializados não trouxe surpresas, com liderança folgada do Chevrolet Onix, não apenas como o único a emplacar na casa das duas dezenas como registrando mais do que o dobro de vendas do segundo colocado, novamente o Hyundai HB20 – os dois, aliás, ganham nova geração em 2019. O destaque é o bom desempenho do Renault Kwid, em quarto. A Fiat Toro aparece como melhor comercial leve, enquanto outro modelo da FCA (o Jeep Renegade), comanda a fila entre os SUV. Numa próxima matéria o Seminovos BH Notícias mostra como ficou a “classificação final” no ano que chegou ao fim.

Emplacamentos (automóveis e comerciais leves)

Dezembro/2018

Unidades

  1. Chevrolet Onix             19.642
  2. Hyundai HB20              8.995
  3. Ford Ka                           8.584
  4. Renault Kwid                 7.653
  5. Volkswagen Gol             7.272
  6. Chevrolet Prisma           6.742
  7. Volkswagen Polo           6.080
  8. Fiat Toro                         5.868
  9. Fiat Strada                      5.780
  10. Jeep Renegade               5.498

Fonte: Fenabrave

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais