Mini elétrico é lançado na Europa

Mini/divulgação
0 64

Ele já havia sido mostrado como protótipo e não é de hoje que estava nos planos do Grupo BMW, dono da marca. Pois o Mini Cooper passa a contar com uma versão de produção 100% elétrica, que se junta à família do simpático modelo britânico, com preço sugerido de 34 mil euros (cerca de R$ 145 mil). O Cooper SE foi apresentado nesta terça-feira em seu país natal e tem como virtude, além da propulsão limpa, o fato de poder circular pelos centros das metrópoles europeias, que já restringem a entrada dos modelos com motores a combustão.

A engenharia da casa bávara procurou manter as características tradicionais do compacto, como a tração dianteira e as proporções originais (inclusive de espaço interno e compartimento de bagagem). O pacote de baterias de lítio foi instalado junto ao assoalho e o motor elétrico único está sob o capô, onde estaria a unidade a gasolina ou diesel. A potência máxima é de 184hp, com autonomia chegando a 270 quilômetros, em linha com a proposta urbana do modelo – o 0 a 100km/h é feito em 7s3, aproveitando o torque abundante do motor elétrico. A recarga pode ser feita numa tomada doméstica; estações públicas ou com um carregador rápido. Além disso, a energia dissipada nas frenagens também é reciclada para aumentar a distância entre as recargas.

E se um dos principais obstáculos dos elétricos ainda é o peso, o Cooper SE consegue ser apenas 145 quilos mais pesado do que os equivalentes movidos por combustíveis fósseis.

 

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais