Subiu no telhado: Yamaha Super Ténéré 1200

Fim da linha para a Yamaha Super Ténéré 1200 no mercado brasileiro. A big trail japonesa deixa de ser montada na Zona Franca de Manaus depois de uma década em que foi opção num segmento cada vez mais concorrido, com opções de BMW, Honda, Kawasaki, Ducati, Triumph e Suzuki.

Embora a filial da casa dos três diapasões não explique no comunicado, o ‘culpado’ é o motor bicilíndrico em V que traz a tecnologia cross plane de posicionamento dos pistões (ângulo de 270 graus entre as explosões). Embora ainda tivesse lenha (ou gasolina) para queimar, não atende aos padrões de emissões Euro 5, já em vigor na Europa. E ainda que no Brasil a regulamentação entre em vigor apenas em 2023, a decisão foi de suspender a produção em todas as filiais.

A expectativa para os próximos meses é de que a Yamaha comece a oferecer uma ‘irmã menor’ da 1200: a 700, esta sim já adequada aos novos padrões e com uma pegada ainda mais aventureira e off-road.

 

você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais