Toyota renova sedã inovador e ecológico

0 294

Falar na Toyota e em energias menos poluentes é pensar imediatamente no Prius, primeiro híbrido fabricado em larga escala, que marcou um divisor de águas na história da indústria automobilística. Pois a maior montadora do planeta foi além com uma proposta ainda mais limpa. Em 2015, lançou, nos Estados Unidos e no Japão o Mirai, modelo movido por uma célula combustível de hidrogênio (FCEV) e que tem como único material expelido pelo escapamento água.

A primeira geração, assim como a do Prius, prezava mais pela eficiência das linhas do que por sua harmonia. Desde então, vários pontos de recarga foram criados nos dois países, popularizando a tecnologia. Pensando em torná-la ainda mais presente, a Toyota oferece o caminho das pedras a qualquer outra fábrica interessada sem cobrar royalties. E, agora, apresenta uma evolução do Mirai, que ganha um jeitão de sedã/cupê. Ele será mostrado ao público pela primeira vez no Salão de Tóquio, ainda como conceito. Mas é exatamente assim, como na imagem, que chegará às concessionárias, no segundo semestre de 2020.

Ele passa a ser produzido sobre uma nova plataforma modular com tração traseira, cresce nas dimensões e ganha linhas bem mais harmoniosas e interessantes. Algo que foi uma das principais preocupações em seu desenvolvimento, como explica o chefe do projeto, Yoshikazu Tanaka. “Quem disse que um veículo elétrico ou a hidrogênio precisa ser sem graça? Procuramos criar um carro com um design marcante, que provocasse sorrisos e satisfação em quem o comanda. Queremos que os consumidores o escolham porque gostaram do conjunto, não apenas por causa do combustível limpo”.

Sem citar números, a Toyota garante uma autonomia 30% maior. O ‘abastecimento’, nas estações disponíveis, não leva mais do que cinco minutos.

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais